Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Maria João

“…e quando surge um disco como este “João” em que do já fundamental surge uma nova e excitante surpresa é como se este universo musical renascesse com outra magia…”
 
Crítica aqui no blog a 18 de Abril, 2007
publicado por rayoflight às 02:31
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Canções de Amor...e um Poema desesperado!

Em Maio no Teatro São Luíz, oportunidade para ver e ouvir Maria João, Pedro Abrunhosa e Rui Reininho em seis espectáculos únicos sobre o tema “Vinte canções de Amor e um Poema desesperado”. Segue as datas e o press-release:
 
13 e 14 de Maio – Maria João
15 e 16 de Maio – Rui Reininho
17 e 18 de Maio – Pedro Abrunhosa
 
“O conceito é simples, e a ambição é tão nobre como comum: a partir do mote Vinte Canções de Amor e Um poema Desesperado, três cantores de geografias musicais e afectivas diferentes aceitaram o desafio para conceberem um espectáculo único: Maria João (13 e 14 de Maio), Rui Reininho (15 e 16 de Maio) e Pedro Abrunhosa (17 e 18 de Maio), irão apresentar individualmente os seus olhares sobre o tema.
 
Como condição, a mais livre: um repertório seleccionado de vinte canções que cada um entenda ser de amor e um poema desesperado. Este é o ponto de partida e chegada: de resto, toda a concepção do espectáculo (cenografia, convidados, alinhamento, recolha de canções, autores e poemas) é da inteira responsabilidade de cada protagonista, que tem o palco aberto para expor as suas dúvidas ou certezas. Até porque estes são espectáculos muito perto da alma, íntimos por definição e necessidade.”
publicado por rayoflight às 01:30
link | comentar | favorito
Domingo, 5 de Agosto de 2007

Agenda

Maria João no Lux Jazz Sessions, quarta-feira 8 de Agosto pelas 23:00.
Entrada livre!
 
“Se há um nome graças ao qual o jazz português foi ganhando um inegável respeito dentro e fora de portas, esse é, sem dúvida, o da cantora Maria João. Mas quando se pensava que os 12 anos de carreira conjunta com o pianista Mário Laginha já tinham revelado todo o potencial criativo da vocalista, Maria João apresenta-nos essa imensa surpresa que é o seu mais recente CD: “João”. Depois de muitos anos de reflexão (toda a sua vida, ousaríamos dizer…), Maria João finalmente tomou a coragem necessária para assumir o “desafio arriscado” (usando as suas próprias palavras) de gravar 14 das suas canções preferidas do songbook brasileiro, uma das principais fontes de estímulo e influência do seu longo percurso criativo. Obras-primas cronológica e estilisticamente tão distantes como “Tico Tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, “Canto de Ossanha”, de Baden Powell e Vinicius de Moraes, ou a recente “Dor de Cotovelo”, escrita por Caetano Veloso para a diva Elza Soares, passam aqui pelo filtro do virtuosismo ímpar da vocalista, que praticamente reinventa a base quase intocável dos seus arranjos, conferindo a cada composição o seu inconfundível toque pessoal. E é por isso mesmo, por se tratar acima de tudo de um disco tão pessoal, de uma homenagem às grandes canções da sua vida de melómana, que Maria João se apresenta assim, de coração aberto, usando apenas o nome pelo qual os amigos a chamam. E os amigos que com ela vão partilhar o palco do Lux só podiam mesmo ser grandes instrumentistas: Eleonor Picas (harpa), Mário Delgado (guitarra), Demian Cabaud (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria).”
publicado por rayoflight às 15:58
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Agenda II

Já no dia 27 nos Jardins do Palácio de Cristal, é favor não perder Maria João no “Porto Blue Jazz”, entrada gratuita!
publicado por rayoflight às 00:04
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 30 de Março de 2007

João

Se o álbum “João” (a ser editado a 16 de Abril) for apenas “metade” do que foi o espectáculo a que acabei de assistir já estaremos presente a um dos grandes discos nacionais de 2007! E digo metade, pois dificilmente será possível recriar em estúdio uma parte da magia a que assisti esta noite.
 
Bonito, genial, emotivo, musical, sensível, forte, enfim não há adjectivos suficientes que descrevam o que se viveu no Auditório Municipal de Gaia com o arranque do “Jazz in Gaia” que ficou a cargo desta senhora. Senhora? Talvez menina seja a melhor maneira de descrever Maria João, uma menina com uma senhora voz…e que voz…A cantora brincou com o público e músicos, contou-nos histórias deste disco, da sua paixão pela música popular brasileira, da surpresa e “solidão” ao ver o seu nome a solo no cartaz deste espectáculo, contou histórias sobre a sua vida e da dos músicos que a acompanham, enfim, fez-nos rir, aplaudir, emocionar, até cantar os “Parabéns a você” a Eleonor Picas a harpista que esta noite completava 31 primaveras (parabéns!) e no meio disto tudo ainda “arranjou” tempo e cantou (ou melhor encantou) para um público rendido em quase duas horas de um concerto sem falhas, verdadeiramente sem falhas.
 
Destaques? Muitos e bons…a começar por uma sussurrante e emotiva “Paz” (séria candidata desde já a melhor canção nacional do ano), a poderosa “Partido alto” de Chico Buarque, a genial leitura de “Canto de Ossanha” de Baden Powell e Vinicius de Moraes, a lindíssima interpretação (a duas violas) de “Retrato a branco e preto”, trouxe o samba na voz e atitude em “No tabuleiro da baiana” de Ary Barroso e “transfigurou-se” em Elza Soares na arrepiante “Dor de cotovelo” de Caetano Veloso. Tudo sem alguma vez soar desajustada do próprio universo musical destas canções! Cantou em português de Portugal e português do Brasil que como Gilberto Gil tão bem disse “é tudo a mesma língua”.
 
Bem, parece-me que a 20 de Abril estarei no Theatro Circo de Braga para a segunda data da digressão nacional deste espectáculo…
publicado por rayoflight às 05:09
link | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 25 de Março de 2007

Agenda

Maria João apresenta dia 29 no Auditório Municipal de Gaia (e em estreia nacional) os temas do aguardado “João”, o seu próximo disco que será totalmente dedicado ao cancioneiro da Música Popular Brasileira.

 

Lá estarei e depois conto tudo…

Para quem não conseguir estar presente, dia 20 de Abril no Theatro Circo em Braga a cantora continua a apresentação deste disco. Segue a agenda já confirmada:

 

29/03 Vila Nova de Gaia, Concerto “João” – Douro n’ Jazz Auditório Municipal. 22h00 

20/04 Braga, Concerto Apresentação oficial do novo álbum “João” - Theatro Circo. 21h30

04/05 Leiria, Concerto Apresentação do álbum “João” - Teatro José Lúcio da Silva. 21h30

11/05 Lisboa, Concerto Apresentação do álbum “João” Festa do Jazz – S. Luiz Teatro Municipal - 23h00 

26/05 Portalegre, Concerto Apresentação do álbum “João” - Centro de Artes e Espectáculos. 21h30  

 

publicado por rayoflight às 21:25
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 2 de Março de 2007

João

Depois do álbum “Pele” com José Peixoto, Maria João está prestes a lançar um novo disco de nome “João”. Desta vez a cantora "visita" o universo da Música Popular Brasileira com temas de autores como Chico Buarque, Caetano Veloso ou Baden Powell. O lançamento está previsto para Abril e se o resultado for tão brilhante como a lindíssima leitura de “Beatriz” (de Edu Lobo e Chico Buarque) incluída no cd “Lobos, raposas e coiotes” de 1999, podemos estar presentes a um dos grandes discos nacionais de 2007. Segue a “press-release” pela Universal Music:
 
 O novo desafio brasileiro de Maria João
 
Muitos anos depois, a cantora volta a gravar um disco apenas com o seu nome, “João”, com 14 canções retiradas do cancioneiro popular do Brasil
 
“João”. Simplesmente “João”. Assim se chama o próximo disco de Maria João, com lançamento previsto para o mês de Abril, com selo da Universal. Depois de um período de 12 anos de grande cumplicidade com o pianista e compositor Mário Laginha, a cantora aposta agora num trabalho em seu nome, que inclui 14 temas saídos do riquíssimo cancioneiro popular brasileiro. A viagem pela música do outro lado do Atlântico inclui canções que foram, na sua grande maioria, alvo de inúmeras versões e interpretações, o que faz do novo trabalho em estúdio, como a própria intérprete reconhece, “um desafio arriscado”. Essa é uma das razões mais fortes para a cantora ter escolhido “João” para título de um trabalho muito pessoal que estava em maturação há já alguns anos e, explica, porque é assim que a tratam os amigos e as pessoas que lhe são mais próximas.
 
A ligação da cantora à música brasileira é antiga e perceptível em quase todos os discos em que participou, mesmo sem contar com o óbvio “Chorinho Feliz”, feito com o seu companheiro de aventuras musicais. A relação de Maria João com os ritmos, as melodias e o jeito do Brasil é tão forte e duradoura, que uma das maiores dores de cabeça da cantora foi ter de transformar um “infindável” lote inicial de canções, numa escolha muito mais restrita que fizesse sentido como conjunto. O resultado final engloba temas que vão desde velhos êxitos como “Tico Tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, “Canto de Ossanha”, de Powell e Vinicius e “No Tabuleiro da Baiana”, de Ary Barroso, passando por três canções da dupla Edu Lobo/Chico Buarque e um tema de Caetano Veloso, “Dor de cotovelo”, até versões de autores mais recentes, casos de Lenine, Carlinhos Brown ou Marisa Monte. O autor mais solicitado é Chico Buarque, com cinco dos temas do CD, três deles em parceria com Edu Lobo.
 
Incapaz de se limitar a “dar voz” a canções que já foram interpretadas por meio mundo, Maria João empresta-lhes o seu toque muito pessoal, valendo-se de uma imparável criatividade e de um aparelho vocal de reconhecida versatilidade. Do intimismo quase sussurrante de temas como “Meu Namorado” ou “A Outra”, Maria João salta para explosões de energia patentes em “ECT” ou “Canto de Ossanha”, percorrendo com grande à vontade uma série de registos diferentes, um dos seus trunfos mais fortes.
 
O disco contou com a participação de um grupo de instrumentistas de méritos firmados: o guitarrista Mário Delgado, o contrabaixista Yuri Daniel, o baterista Alexandre Frazão e a harpista Eleonor Picas. Os arranjos, colectivos, foram dirigidos por Miguel Ferreira, teclista dos Clã, que também assina a produção, juntamente com Nelson Carvalho.
publicado por rayoflight às 02:56
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16

19
21
24
25

28
29


.posts recentes

. Maria João

. Canções de Amor...e um Po...

. Agenda

. Agenda II

. João

. Agenda

. João

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.A visitar

blogs SAPO

.subscrever feeds