Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

25 anos de carreira

Rita Guerra é seguramente uma das nossas melhores vozes, depois do multi-platinado “Rita” em 2005 a sua carreira teve finalmente a consagração há muito esperada. “Acústico ao vivo – O melhor de Rita Guerra” é o nome do novo trabalho (cd+dvd) que revisita alguns dos maiores sucessos da cantora nestes seus já 25 anos de carreira! Temas incontornáveis como “Secretamente”, “Deixa-me sonhar”, “Brincando com o fogo”, “Sentimento”ou “Perdida na noite” convivem aqui com canções não tão imediatas como “Mesmo assim” ou a excelente “Pormenores sem a mínima importância” do primeiro cd de Rita lançado em 1990. De realçar os novos arranjos num bem conseguido formato acústico e a sempre luminosa forma vocal que nos mostra (como habitual) uma cantora com um excelente sentido pop e um raro "timming" musical. 7/10
publicado por rayoflight às 03:55
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 6 de Dezembro de 2008

Balanço 2008

E chegou a altura de contabilizarmos os discos favoritos aqui da redacção para este ano de 2008. Lista onde as senhoras são rainhas e onde Ney Matogrosso com o brilhante “Inclassificáveis” é o único rei!

Se ainda está nas compras para a quadra natalícia aqui vão 14 sugestões imperdíveis para qualquer amante de boa música:
 
Dâna “Sei finalmente”
Adriana Calcanhotto “Maré”
Ana Carolina “Dois quartos – Ao Vivo”
Elba Ramalho “Qual o assunto que mais lhe interessa”
Aldina Duarte “Mulheres ao espelho”
Zezé Gonzaga “Entre cordas”
Susana Travassos “Oi Elis”
Ney Matogrosso “Inclassificáveis”
Eugénia Melo e Castro “Canta Vinicius de Moraes” (reedição)
Eliane Elias “Bossa Nova Stories”
Mafalda Arnauth “Flor de fado”
Maria João Quadros “Fado mulato”
Simone de Oliveira “Perfil”
Áurea Martins “Até sangrar”
publicado por rayoflight às 00:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 25 de Março de 2008

Lançamento!

Clique AQUI e saiba tudo sobre um dos discos mais aguardados de 2008, "Omara Portuondo e Maria Bethânia".

publicado por rayoflight às 16:39
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Antecipação

Falamos nela no post abaixo e agora mostramos um excerto do 1º DVD de Marianna Leporace, gravado ao vivo em 2007 na Sala Baden Powell no Rio de Janeiro:

publicado por rayoflight às 00:24
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

A vida é perto!

Este fim de semana no Teatro Mundial em Lisboa:
OLIVIA BYINGTON – “A vida é perto”
 
«Olivia Byington lançou o seu décimo disco em 2005 em Portugal e só em 2006 no Brasil. Esta ordem não existiu à toa, é que este é o disco mais português da cantora. Em primeiro lugar por ser composto, quase na totalidade, por parcerias da própria cantora com o poeta português Tiago Torres da Silva, depois por recorrer a arranjos do virtuoso guitarrista Pedro Jóia e, por último, por fazer uma declaração de amor a Lisboa, à luz de Lisboa, aos amores de Lisboa, a tudo aquilo que Olívia ama nesta cidade no tema “Até Lisboa”.
 
Agora, Olívia faz o percurso contrário: depois de lotações esgotadas durante catorze semanas no Teatro Laura Alvim no Rio de Janeiro e de uma grande digressão que passou por São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Belo Horizonte, e que ainda passará por Paris, a cantora traz o espectáculo “A vida é perto” a Lisboa. E trá-lo ao Teatro Mundial porque este é um espectáculo que, como o nome indica, precisa de estar perto das pessoas, porque este não é bem um espectáculo, é um segredo, uma confissão, uma confidência…
 
O Teatro Mundial é um teatro pequeno, intimista, um Teatro que só agora ganha a música, primeiro com Seu Jorge, agora com Olívia, e em Abril com Tord Gustavsen.
 
O público entra no teatro pelo camarim da artista, onde os objectos o convidam a entrar no universo de Olivia. Quando deixa o teatro, esse mesmo público sai com a sensação de ter passado uma noite na sala de estar de Olívia Byington, ouvindo as suas canções, as suas estórias, os seus fracassos e as suas vitórias, tudo isto ilustrado por objectos pessoais da cantora, manuscritos de poetas e músicos e, sobretudo, pelas canções, pelas muitas canções que falam tanto dela como as suas próprias estórias.
 
Por isso, não poderiam estar apenas as parcerias com o poeta português como “Areias do Leblon” ou “Por dentro das canções”, era necessário que os outros muitos parceiros que com ela fizeram música, com ela dividiram o palco, com ela construíram uma carreira de um prestígio inquestionável, também estivessem presentes. Por isso estão lá “Anos dourados” e “Modinha” de Tom Jobim. Por isso as belas palavras de Geraldo Carneiro e Cacaso, por isso “De que callada manera” de Pablo Milanês. Por isso “Alguém cantando” e “Muito romântico” de Caetano Veloso. Por isso também “Mais clara, mais crua” que Egberto Gismonti fez para o primeiro disco de Olívia e depois perdeu a letra e ficou mundialmente conhecida como “Palhaço”.
 
O público ri, chora, intervêm, questiona, emociona-se e sai do Teatro com a sensação de que esteve ali a viver um espectáculo mais do que a assistir um espectáculo.
 
Foi isso que levou Luís Fernando Veríssimo a declarar ao jornal “o Globo” do Rio de Janeiro que “O único problema do espetáculo é que depois de ver e ouvir a Olívia, você custa a voltar para o chão”.»
 
TEATRO MUNDIAL de 14 a 24 de Fevereiro, 21h30
5ª, 6ª, sábado e domingo
publicado por rayoflight às 10:08
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Encores Fado

Recém lançado no mercado, “Encores Fado live”, é o primeiro trabalho do projecto que junta o guitarrista Custódio Castelo à voz de Margarida Guerreiro. Gravado ao vivo na Igreja da Misericórdia em Montemor-o-Novo, este é um disco que vive sobretudo da exemplar poesia portuguesa (Fernando Pessoa, Pedro Homem de Mello, David Mourão Ferreira…) e no bom gosto dos arranjos que fugindo muitas vezes ao óbvio nos traz um grande disco de canções. Depois temos ainda a voz de Margarida Guerreiro, diferente do tom habitual que se ouve no fado mas que tem o fado na voz! Uma voz bonita, forte, bem modulada e que embala de forma exemplar as 14 composições aqui presentes. A bonita “Eu não sei quem te perdeu” (de Pedro Abrunhosa), o instrumental “Improviso em ré maior” ou as inesperadas “Barco Negro” e “Ó rama ó que linda rama” são alguns dos destaques. A ouvir com muita atenção, 7/10.
publicado por rayoflight às 01:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

Agenda

Rosa Passos regressa a Portugal em Julho para apresentar o último (e excelente) trabalho “Rosa”. Três datas estão já marcadas:
 
Dia 04 no CCB em Lisboa
Dia 09 no Teatro Aveirense em Aveiro
Dia 10 no Theatro Circo em Braga
publicado por rayoflight às 07:50
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Com que voz...

Cristina Branco regressa à Casa da Música no Porto acompanhada pelos Ensemble Modern no espectáculo “Com que Voz”.
Dia 17 de Fevereiro às 18:00 na Sala Suggia.
 
“O Fado revisitado pela voz de Cristina Branco sob a perspectiva da nova música contemporânea. Um projecto único que reúne os principais centros de divulgação cultural da Europa em torno do género mais emblemático da música popular portuguesa.
 
Franck Ollu direcção musical
Cristina Branco voz
Frank Wörner barítono
Thomas Goepfer realização informática musical IRCAM
 
Programa
Com que Voz
Stefano Gervasoni nova obra / transcrições de Fados”
publicado por rayoflight às 17:46
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Flor de fado

Que Mafalda Arnauth é uma das melhores intérpretes nacionais da actualidade, isso já se sabe, portanto a expectativa do concerto que a senhora deu ontem na Casa da Música no Porto era grande. Perante uma sala esgotada “Flor de fado” revelou-se um concerto memorável, onde se celebrou de forma exemplar o amor da cantora pelo “seu” fado e a sua enorme gratidão pelos músicos que a acompanharam.
Acompanhada por um excelente quarteto de fado (Luís Pontes, Ramon Maschio, Ângelo Freira e Fernando Júdice) Mafalda Arnauth desfilou temas já consagrados da sua carreira, trouxe temas inéditos e ainda revisitou clássicos, muitos deles totalmente renovados. A segunda parte do concerto trouxe a palco Pedro Jóia e o Quarteto Arabesco (Denys Stetsenko e Raquel Craviano nos violinos, Lúcio Studer na violeta e Ana Raquel Pinheiro no violoncelo) que “imprimiram” uma sensibilidade única aos fados apresentados. Três encores, grandes momentos como “Pomba branca”, “Para Maria”, “Bendito fado, bendita gente”, “Audácia” ou “O que tinha de ser” e o carisma e simpatia de Malfada Arnauth ficaram de certeza na memória dos felizardos que assistiram a este excelente concerto.
Sra. Mafalda Arnauth volte sempre ao Porto, nós agradecemos!
publicado por rayoflight às 21:32
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Canções de Amor...e um Poema desesperado!

Em Maio no Teatro São Luíz, oportunidade para ver e ouvir Maria João, Pedro Abrunhosa e Rui Reininho em seis espectáculos únicos sobre o tema “Vinte canções de Amor e um Poema desesperado”. Segue as datas e o press-release:
 
13 e 14 de Maio – Maria João
15 e 16 de Maio – Rui Reininho
17 e 18 de Maio – Pedro Abrunhosa
 
“O conceito é simples, e a ambição é tão nobre como comum: a partir do mote Vinte Canções de Amor e Um poema Desesperado, três cantores de geografias musicais e afectivas diferentes aceitaram o desafio para conceberem um espectáculo único: Maria João (13 e 14 de Maio), Rui Reininho (15 e 16 de Maio) e Pedro Abrunhosa (17 e 18 de Maio), irão apresentar individualmente os seus olhares sobre o tema.
 
Como condição, a mais livre: um repertório seleccionado de vinte canções que cada um entenda ser de amor e um poema desesperado. Este é o ponto de partida e chegada: de resto, toda a concepção do espectáculo (cenografia, convidados, alinhamento, recolha de canções, autores e poemas) é da inteira responsabilidade de cada protagonista, que tem o palco aberto para expor as suas dúvidas ou certezas. Até porque estes são espectáculos muito perto da alma, íntimos por definição e necessidade.”
publicado por rayoflight às 01:30
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16

19
21
24
25

28
29


.posts recentes

. 25 anos de carreira

. Balanço 2008

. Lançamento!

. Antecipação

. A vida é perto!

. Encores Fado

. Agenda

. Com que voz...

. Flor de fado

. Canções de Amor...e um Po...

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.A visitar

blogs SAPO

.subscrever feeds