Quarta-feira, 1 de Novembro de 2006

Carioca

Chico Buarque, Coliseu do Porto 31 de Outubro de 2006.
Perante uma plateia esgotada e rendida, Chico Buarque chegou, cantou, encantou e venceu! Apoiado no seu último (e morno) CD “Carioca” e apoiado num excelente leque de 7 músicos, Chico Buarque apresentou um concerto intimista, clássico e se por vezes soou cansativo e frio (as músicas foram apresentadas de seguida, sem qualquer diálogo com o público…) existiram momentos absolutamente fantásticos: o samba “ Dura na queda”, “Morena de Angola” a levantar a plateia, a belíssima “Futuros amantes”, uma arrepiante versão de “Palavra de mulher”, a genial “Ode aos ratos” com um rap poderoso e já nos encores “Tanto mar” que Chico confessou nunca ter cantado no Brasil! De realçar ainda o excelente jogo de luzes do espectáculo e claro todo o carinho que o público presente saudou o artista, comovendo visivelmente Buarque e a sua banda. Um concerto competente, com um leque de canções brilhantes mas que ganharia se Buarque estivesse mais "solto" em palco e comunicativo. 7/10
publicado por rayoflight às 03:36
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Sandra Silva a 1 de Novembro de 2006 às 18:19
Estive no 1º concerto do Chico no Porto e apesar de ter gostado muito também achei que faltou qualquer coisa: mais canções conhecidas, um cenário mais bonito ou mesmo como disse, um Chico Buarque mais afável e comunicativo. Beijinhos e parabéns pelo site. Vou ficar atenta a tudo o que escreve.


De Jorge Caetano a 2 de Novembro de 2006 às 13:15
Bom dia! Em primeiro lugar os meus parabéns pelo blog e pela sua escrita, também sou um grande admirador de música popular brasileira e principalmente de Chico Buarque. Também estive no concerto e concordo com o que escreveu sobre o mesmo. Esperei mais de 10 anos para ver novamente Buarque em palco, da última vez ainda era um miúdo, e soube-me a pouco. Não tanto pela postura mas mais pelas canções apresentadas, gosto do disco Carioca mas ao vivo achei que algumas canções perderam o charme. Valeu a pena, como tudo o que Chico Buarque faz, mas creio que as espectativas eram tão altas que nunca ficaria satisfeito. Um abraço e continue com o bom trabalho. Obrigada


Comentar post

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16

19
21
24
25

28
29


.posts recentes

. Contos de fados

. Gato escaldado

. Água

. Viagem

. Agenda

. Maíra Freitas

. Agenda

. Brasil encena

. Ao vivo

. Agenda

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.A visitar

blogs SAPO

.subscrever feeds