Domingo, 30 de Novembro de 2008

Agenda

Depois do bem sucedido cd de estreia os Deolinda vêm actuar na Casa da Música do Porto a 25 de Janeiro de 2009!

publicado por rayoflight às 01:51
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

No feminino...

O Brasil é musicalmente um país de compositores e de cantoras, “Tom feminino” junta o melhor destes mundos e apresenta uma cuidada selecção com algumas das mais brilhantes composições de Tom Jobim na voz de 14 grandes cantoras. E o resultado final é excelente! Da vigorosa interpretação de “Estrada de sol” na voz de Elis Regina à delicadeza do canto de Rosa Passos em “Eu não existo sem você”, do cristal afinado de Gal Costa em “Desafinado” à voz grave e quente de Maria Bethânia em “Modinha”, da versão bossa-nova/cool de “How insensative” de Astrud Gilberto à surpresa de “Triste” na voz de Sarah Vaughan, da pop deliciosa de Marina em “Garota de Ipanema” ao jazz de “Samba do avião” com uma iluminada Leny Andrade é seguro dizer que “a música de Tom ganha novos e ricos tons nas vozes das mulheres…” como o encarte do cd afirma. Uma belíssima compilação. 9/10

publicado por rayoflight às 21:22
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Novembro de 2008

Alcione

E os espectáculos para 2009 continuam a crescer, desta vez é Alcione que vem a Portugal apresentar o seu último trabalho “De tudo o que eu gosto”. Segue a press-release do concerto:

 
“No próximo dia 19 de Fevereiro de 2009 no coliseu de Lisboa, Alcione.
Um espectáculo com ritmos quentes e apaixonantes.

Alcione vive um momento especial na sua carreira e sabe usufruir disso a favor da sua obra. Já são 32 anos de estrada desde que estreou em LP com “ A Voz do samba” em 1975. É dispensável falar da sua voz, cada vez mais ímpar, cada vez mais certeira. Dispensável também lembrar que ela é uma das raras artistas da música brasileira realmente populares, por isso o sucesso se deve a isso. E parece ter ficado de lado a ideia de que deveria cantar apenas samba, ou que deveria deixar de interpretar as suas canções românticas. Alcione pode gravar todo o género de música que terá sempre sucesso e foi a pensar nisso que surgiu este novo trabalho. É um reportório quase totalmente de músicas inéditas misturando novos compositores com mestres que já são muito conhecidos de ter participado em trabalhos seus anteriores.”

publicado por rayoflight às 02:24
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Antecipação

Chama-se “Kronos” e é o novo trabalho de uma das nossas melhores vozes, Cristina Branco.
Segue o texto de apresentação daquele que já é um dos discos mais aguardados para 2009:
 
“Em Março de 2009, Cristina Branco dará a conhecer o seu novo disco. Chama-se “Kronos”, terá por tema unificador o TEMPO e será constituído por canções inéditas compostas por uma dezena de criadores muito diferentes, unidos por um traço comum: todos têm percursos desenhados ao longo de muitos anos, com contributos extraordinários na afirmação de um cancioneiro português de qualidade. José Mário Branco, Sérgio Godinho, Amélia Muge, Rui Veloso/Carlos Tê, Vitorino, Janita Salomé, Victorino d’Almeida, Mário Laginha, Carlos Bica, João Paulo Esteves da Silva e Ricardo Dias compõem o lote de temas inéditos de “Kronos”. Seria fastidioso, e pouco menos do que inútil, sublinhar o valor e a importância de cada um para a música de expressão portuguesa.
 
“Kronos” será o décimo disco de uma carreira que teve início num palco de Amesterdão, em 1996, e que desde então nunca mais parou. O repertório dos primeiros anos de Cristina Branco foi marcado por uma confessada admiração de Cristina por uma das personalidades mais fortes da canção portuguesa de todo o século XX: Amália Rodrigues. A fadista continuará a ser uma referência incontornável para a cantora, como o prova, aliás, o seu penúltimo disco, gravado em 2006, “Live”, perpassado pela herança de Amália. Com “Abril”, no ano seguinte, Cristina Branco recriou à sua maneira o mundo musical e poético de outra personalidade tutelar da canção portuguesa das últimas décadas: José Afonso. Como diz Cristina Branco, estes dois últimos discos foram trabalhos “de reflexão, de ponderação sobre tudo o que aconteceu” até agora. Com “Kronos”, a cantora propõe-se “ reflectir sobre o agora, o que passou e o que virá (…), para fazer o futuro”.
 
Dão corpo a “Kronos”, para além da voz de Cristina Branco, o piano de Ricardo Dias, a guitarra portuguesa de José Manuel Neto, a viola de fado de Alexandre Silva e a guitarra baixo de Fernando Maia.”
publicado por rayoflight às 00:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Agenda 2009

E a agenda de espectáculos para 2009 começa já a tomar forma!

Para começar dois concertos imperdíveis na Casa da Música no Porto:
 
Dia 18 de Janeiro- Jaques Morelenbaum com Bill Frisell e Vinicius Cantuária
 

Dia 15 de Março- João Donato convida Joyce e Emílio Santiago

publicado por rayoflight às 00:07
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Novembro de 2008

Portugal...Brasil!

Eugénia Melo e Castro foi convidada pela Federação Brasileira de Futebol e pelo Governo de Brasília para interpretar o Hino Nacional Português no jogo amigável entre as Selecções Brasileira e Portuguesa a acontecer no próximo dia 19 em Brasília. Recentemente a cantora lançou em solo brasileiro três discos - as reedições de “Canta Vinicius de Moraes” (1994) e “Paz” (2003) e o mais recente “PoPortugal” (2007). Para o início de 2009 está já previsto o lançamento de “DuetosX16” uma colectânea que reúne alguns dos duetos gravados por Eugénia ao longo dos seus 26 anos de carreira com nomes como Tom Jobim, Ney Matogrosso, Caetano Veloso, Chico Buarque, Adriana Calcanhotto, Milton Nascimento entre outros.

publicado por rayoflight às 02:37
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Fado

2008 está a ser um excelente ano para o fado, tivemos já os excelentes discos de Dâna “Sei finalmente”, Aldina Duarte com “Mulheres ao espelho” e “Flor de Fado” de Mafalda Arnauth, três trabalhos luminosos que  trouxeram uma lufada de ar fresco a este género musical. A escassas semanas de terminar o ano chega de mansinho mais um grande disco, “Fado mulato” o mais recente trabalho de Maria João Quadros. Revelado em primeira mão com um concerto a meias com Ney Matogrosso na Casa da Música, “Fado mulato” é em disco o que o concerto anunciou: um trabalho emotivo, recheado de grandes canções, arranjos primorosos e uma sra. cantora que traz na sua voz (única) os mais variados sentimentos. Este é também um disco que aproxima o fado à música popular brasileira, os doze temas aqui apresentados têm como compositores Chico César, Ivan Lins, Olivia Byington, Zeca Baleiro ou Francis Hime (só para citar alguns) que embalam primorosamente os belos poemas de Tiago Torres da Silva. Destacar alguns temas deste disco é quase tarefa impossível, não há aqui um único tema que não surpreenda e entre o inspirado dueto com Tito Paris em “Vais dizer adeus”, a lindíssima “Palavras ao vento” e o saudoso “Fado mulato” temos aqui um dos grandes cds de 2008 e seguramente um dos melhores discos de música portuguesa dos últimos anos. 10/10

publicado por rayoflight às 00:21
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Lançamento

Chama-se “Fado mulato” e é o novo disco de uma das nossas maiores fadistas - Maria João Quadros! Segue o press-release do cd e o primeiro vídeo deste trabalho:

 

"FADO MULATO" é um disco de encontro entre a Música Popular Brasileira e o Fado.

 

Do lado brasileiro, estão os compositores: Ivan Lins, Francis Hime, Chico César, Zeca Baleiro, Olívia Byington, entre outros. Do lado português a voz castiça e emocionante de Maria João Quadros, fadista que transita com uma facilidade enorme entre o Fado e a MPB.

 

Entre estes dois lados está o letrista Tiago Torres da Silva que, nos últimos anos, se tem dividido pelas duas margens do Atlântico.

 

"FADO MULATO" estreou-se enquanto espectáculo no Grande Auditório da "Casa da Música", completamente esgotado. Porém, o disco só agora vê a luz do dia, após três anos de gravações, e foram três anos porque nada foi deixado ao acaso.

 

"FADO MULATO" é um disco de encontro entre Maria João Quadros e os cantores, os músicos que ela venera. É assim que, num mesmo álbum, junta as vozes de Tito Paris, Francis Hime e Olivia Byington, e os instrumentistas Pedro Jóia, José Peixoto, Custódio Castelo, Vicky e Quinteto Lusotango a par dos extraordinários músicos que fizeram a base e grande parte dos arranjos. Diogo Clemente (Viola de Fado), Bernardo Couto (Guitarra Portuguesa) e Marino de Freitas (Viola-Baixo).

 

Pela primeira vez, há um disco construído musicalmente com um olhar exterior ao Fado, mas, que, vocal e poeticamente, não podia ser mais fadista.

Nada do que aqui se ouve é Fado. Tudo o que aqui se ouve é Fado. Até os dois temas que não têm letra de Tiago e foram "roubados" à obra de Chico Buarque e Paulo César Pinheiro, dois dos maiores letristas da história da MPB.

 

"Fado mulato", o tema composto por Zeca Baleiro é um hino de amor a Moçambique, país onde Maria João guarda tantas lembranças. "Vais dizer adeus", composto por Chico César, celebra o encontro entre as vozes roucas de Tito Paris e Maria João quepela primeira vez canta em crioulo. "Quando a noite adormece", com música de Ivan Lins, é uma busca na arca das memórias, "Noites perdidas", de Pedro Luis, parece ter saído de uma rua de Alfama, transformado em marcha pelo surpreendente talento de Diogo Clemente. "Gente vulgar", de Alzira Espíndola, é um tango que fala de fado (é tudo a mesma miséria, dizia a Amália!). "Fado escravo", de Olivia Byington, é uma ode aos navios negreiros e é assombrado pelo poeta brasileiro Castro Alves. "Fado Mudo", de Iara Rennó, magnificamente acompanhado por Pedro Jóia, fala disso mesmo que é este disco, de como, na alma da Maria João Quadros, há sempre Fado, mesmo que as músicas não sejam exactamente o que se espera quando se fala de Fado.”

publicado por rayoflight às 02:50
link do post | comentar | favorito
|

Fado Mulato

 

 

publicado por rayoflight às 02:47
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 9 de Novembro de 2008

Agenda

Dia 26 de Novembro na Sala 1 do Cinema São Jorge em Lisboa, Cesária Évora apresenta em primeira mão o seu próximo trabalho – “Rádio Mindelo”:

 

“A EGEAC e a Tumbao apresentam Cesária Évora no Cinema São Jorge.

O concerto de lançamento do álbum “Rádio Mindelo” é um convite para escutar as primeiras gravações da artista, do início dos anos 60. São registos provenientes maioritariamente de sessões organizadas pela Rádio Barlavento no Mindelo. Alguns dos temas que irão escutar foram editados na época em formato 45 rotações, sendo no entanto a maior parte totalmente inéditos.”

 

Bilhetes já à venda!

publicado por rayoflight às 13:23
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16

19
21
24
25

28
29


.posts recentes

. Contos de fados

. Gato escaldado

. Água

. Viagem

. Agenda

. Maíra Freitas

. Agenda

. Brasil encena

. Ao vivo

. Agenda

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.A visitar

blogs SAPO

.subscrever feeds