Sábado, 2 de Dezembro de 2006

II

O novo trabalho de Dulce Pontes, “O coração tem três portas”, é no mínimo um trabalho surpreendente. Focado no fado, ou melhor - na essência do fado, no folclore, na música de câmara e principalmente no talento global e universal de uma cantautora cada vez mais surpreendente (aqui está novamente o adjectivo…), sensível, a saber explorar como nunca aquela VOZ (sim, assim mesmo, com letras maiúsculas) e capaz sobretudo de colocar no mercado um álbum duplo com 26 “novas” músicas e não sentirmos em algum momento estar algo aqui a mais.
 
O primeiro CD, gravado ao vivo na última digressão da cantora, começa com fado, fado tradicional, clássico e vibrante, onde encontramos pérolas como “Ovelha negra”, “Maldição” ou um arrebatador “Não é desgraça ser pobre”. Visitamos depois Zeca Afonso numa das mais iluminadas interpretações de sempre da cantora “O meu menino é d´oiro”, que Dulce dedica ao seu filho. “Folclore”, tema de 11 minutos em que descobrimos 3 canções (“Cantiga da azeitona/ S. João e Aboio”) podia muito bem ser o ponto alto desta viagem mas ao chegarmos à belíssima versão de “La llorona” (popularizada pela grande Chavela Vargas) com Dulce Pontes a “voar”, dolente e contida, acompanhada pelo seu piano, percebemos aqui a essência deste trabalho: o Amor, a Sinceridade e sobretudo uma Paixão muito grande pela sua Arte.
 
O segundo “coração”, ou o segundo CD, traz-nos 10 músicas gravadas na Igreja de Santa Maria de Óbidos e no Convento de Cristo em Tomar. Gravado sem amplificação, quer da voz ou instrumentos é aqui que a música da cantora se revela mais espiritual, quase sacra, com o condão de nos deixar arrepiados, do princípio ao fim da audição. “A charola” tema instrumental (e muito bonito…) abre o disco, segue-se “O meu porto do Graal” excelente dueto com a galega Uxia (que regressa mais tarde em “Tenho uma casa no sul”, folclore que rompe o tom intimista do CD), a bonita adaptação de “Les amants de Turuel” (outrora cantada por Piaf), “Uma caixa de pó” e o remix de “Folclore” feito pela própria cantora são outros dos destaques deste trabalho. Bravo!
 
Chegamos ao terceiro “coração”, o DVD que acompanha esta edição e que é o complemento perfeito para este trabalho. Temos aqui excertos de um concerto da cantora em Istambul, uma entrevista conduzida por Riccardo Janelllo e o making of das gravações em Óbidos e Tomar que nos vai inteirando e aproximando (ainda) mais deste novo trabalho de uma das mais emocionantes vozes portuguesas.
Direitinho para a lista dos melhores lançamentos do ano.
publicado por rayoflight às 16:27
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
15
16

19
21
24
25

28
29


.posts recentes

. Contos de fados

. Gato escaldado

. Água

. Viagem

. Agenda

. Maíra Freitas

. Agenda

. Brasil encena

. Ao vivo

. Agenda

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.A visitar

blogs SAPO

.subscrever feeds